O que você prefere?  Moto usada ou seminova?

O que você prefere? Moto usada ou seminova?

Em época de crises financeiras, nem sempre é possível encarar o preço de uma moto, zero, principalmente com aquelas intermináveis parcelas a perder de vista, afinal, hoje ninguém está com o emprego 100 % garantido, por isso, talvez o melhor é adiar esse sonho, por enquanto.

Claro que isso, é no sentido figurado, cada um faz a própria escolha, mesmo assim, quem precisa de uma motocicleta seja para trabalhar, ou se locomover na cidade, pode pensar na alternativa em comprar uma moto, usada, mas, será que vale a pena? Sabe o que deve ficar atento para não ficar no prejuízo?

comprar moto usada

Este é um assunto que interessa muita gente, afinal, mesmo sendo usada, tem que valer a pena o seu investimento, para isso, todo cuidado é pouco.

Antes de tudo, desconfie se a moto está sendo vendida por um preço bem abaixo do mercado, e caso tenha decidido comprá-la, tem algumas dicas que certamente ajudarão a comprar uma moto, usada, sem ter surpresas desagradáveis depois! Confira quais são:

Onde comprar uma moto, usada.

Está cheio de ofertas de particulares vendendo motos usadas, o ideal é tentar comprar de algum colega, parente ou conhecido. Outra opção é comprar uma moto, usada, numa concessionária autorizada, ou, em lojas especializadas conhecidas, mesmo que custe um pouco mais caro que o particular, mas dão garantia geralmente de até 90 dias.

O que ficar atento ao comprar uma moto, usada, de particular

Claro, que a diferença de um mesmo modelo que viu na concessionária é mais alto que o particular está vendendo, conforme dissemos devido a garantia da mercadoria, mesmo assim, caso esteja decidido a poupar um pouco mais, deve observar alguns detalhes:

Documentação da moto

Faça um levantamento completo da vida útil da moto, através do RENAVAM. Entre no site do DETRAN do seu estado (www.detran.(SIGLADOESTADO).gov.br)

Confira dados como nome do proprietário se realmente é o mesmo, qual o endereço, se a moto está livre de multas, se não está alienada, verifique principalmente se o licenciamento da moto está em dia, até se não consta nenhum boletim de ocorrência. Tudo isso, pode ser feito pela internet, ou por um despachante.

Parte mecânica da moto

A parte mecânica talvez seja mais difícil para quem é um pouco leigo no assunto, a dica, é levar junto um mecânico de confiança ou um amigo que entenda bem.

Fique atento para possíveis sinais de desmontagem como parafusos e porcas com aparência de mais novos que a moto, assim, como também verifique se o cárter, que é a parte de baixo do motor tem marcas como de soldagens, se tiver, talvez não seja um bom negócio, claro, que por ser uma moto, usada, geralmente pode ter arranhões normais.

sac@duasequatrorodas.com.br

Preste atenção na pintura da moto, se estiver brilhante e bonita demais, pode ser de um dono bem zeloso, ou, pode ter sido repintada recentemente, e nesse caso, deve perguntar ao proprietário por qual motivo foi pintada.

Também as pedaleiras, manoplas e manetes, não devem estar como novas, devem estar de acordo com o ano de fabricação. Portanto, o comum é a manopla, a ponta dos manetes de embreagem e o freio dianteiro estarem com arranhados leves, mas, desconfie se estiver ralada demais ou com a ponta torta, isso, demonstra que a moto caiu de verdade.

Outro detalhe que precisa ser observado ao comprar uma moto usada, é o banco, isso porque mesmo que o motociclista cuide bem da moto, o banco acaba se desgastando conforme o tempo de uso, por isso, desconfie se o banco é novo, já que pode significar que sofreu um acidente grave onde mais tarde, pode aparecer outras consequências.

O sistema elétrico precisa estar em perfeito funcionamento, retrovisores e acessórios podem ser os originais, ou outros modelos adequados perfeitamente ao designe da moto, e mesmo sendo usada, o Manual do Proprietário agrega valor no momento da venda, pois, indica se o 1 º proprietário cumpriu todas as datas das revisões em concessionária prolongando a vida útil da máquina.

Vale lembrar que comprar uma moto, usada num revendedor autorizado, é oferecido em média 90 dias de garantia, enquanto o particular não, por isso, atenção aos pequenos, detalhes. E qualquer dúvida que possa surgir, não fique envergonhado(a), pergunte e avalie a resposta se foi satisfatória. Pois lembre-se, você está fazendo um investimento, e não deseja se incomodar nos próximos meses subsequentes.

Nota de Rodapé

Nota de rodapé

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO. Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página. phone-icon0800 642 2327 phone-iconFIXO (47) 3522-3274 whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266 whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320(PEÇAS

Palavras Chaves

comprar moto usada,
moto usada,
vende se moto usada,
motocicletas usadas,
moto seminova,
compro moto usada,
motos seminova,
comprar motos usada,

-#comprarmotousada
-#motousada
-#vendesemotousada
-#motocicletasusadas
-#motoseminova
-#compromotousada
-#motosseminova
-#comprarmotosusada

Como cuidar da aparência da sua motocicleta?

Como cuidar da aparência da sua motocicleta?

Que tal aprender umas dicas sobre como cuidar da aparência de sua moto, e assim, economizar uma grana que pode andar meia curta, principalmente em fim de mês, e ainda, deixá-la do mesmo jeitinho que saiu da loja?

Os carros e motos precisam ser tratados com carinho, afinal, são os companheiros perfeitos para levá-lo a muitos lugares, não é mesmo? Então, nada mais justo do que tratá-los muito bem, assim, o seu bem material tem uma vida útil mais prolongada.

sac@duasequatrorodas.com.br

Dicas de como cuidar da aparência de sua moto

A moto pode ser lavada em qualquer momento do dia, apenas, certifique-se sempre que está fria, isso, evita que ocorra um choque térmico no escapamento, ou, em outras peças mais delicadas, senão a economia pode gerar prejuízos.

Prefira lavar a moto com balde, já que mangueiras ou máquinas de pressão, podem afetar alguma parte do motor, principalmente se entrar água no escapamento, ou, nas entradas. Comece molhando a carenagem, o tanque, as rodas e o motor, apenas com água e sem esfregar.

Em seguida adicione um xampu no balde com água, próprio para a lavagem de motos, ou, de carro, nunca passe o xampu direto na lataria, molhe um pano novo e macio, e comece a lavar de cima para baixo.

Deixe as rodas e o motor para serem lavados por últimos.

Para a lavagem das rodas e do conjunto do motor e exaustão, é preciso ter um pouco mais de paciência, e utilizar pano, escovas e pincéis para não riscar nada e tirar qualquer sujeira, e se preferir, para esta parte da moto pode fazer uma mistura de água e querosene na proporção de 5/1.

Então é só aplicar a mistura sem esfregar, na corrente, na coroa traseira e nas juntas internas dos escapamentos, aguarde 5 minutos e retire apenas com água.

Já o motor precisa ser lavado apenas com água e sabão neutro, também com pano e escova para limpar as paletas de resfriamento do cilindro com cuidado, assim, como os raios das rodas.

Na hora de secar a moto, é fundamental que tenha panos novos ou limpos sem resíduos de terra que podem riscar a pintura, e sempre devem ser escolhidos os macios.

As partes elétricas da moto merecem atenção especial, por isso, depois de enxugar tudo, capriche utilizando um secador de cabelos somente nessas partes.

Agora é a vez da cera, novamente a regra é utilize outro pano novo, isso, garante a durabilidade de seu serviço, com a certeza que não vai ficar nenhum fiapo ou risco.

É importante encerar a moto a cada 30 dias, assim, a pintura permanece inalterada por mais tempo e ainda, não sofre tanta agressão do sol e da chuva.

Nos pneus de motos não é recomendado o uso do conhecido pretinho para dar brilho, pois, pode deixar os pneus mais lisos e derrapar, o ideal é passar cera de carnaúba também com um pano que seja apenas para este fim.

Quanto as partes de borracha ou de plástico pode passar silicone com um pano macio, inclusive no banco, com cuidado para não ficar escorregadio demais, ou, se preferir pode passar um hidratante corporal, isto evita que o couro resseque.

Viu como é fácil cuidar da aparência de sua moto?

Nota de Rodapé

Nota de rodapé

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO. Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página. phone-icon0800 642 2327 phone-iconFIXO (47) 3522-3274 whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266 whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320(PEÇAS

Palavras Chave

pode passar cera na carenagem da moto,
querosene na moto,
cera de carnauba para carros,
moto,
cuidado com aparencia da moto,

-#podepassarceranacarenagemdamoto
-#querosenenamoto
-#ceradecarnaubaparacarros
-#moto
-#cuidadocomaparenciadamoto

Associação Galaxeiros das Gerais

Associação Galaxeiros das Gerais

A Associação Galaxeiros das Gerais surgiu com admiração da clássico carro Ford Galaxie .Em 1967, mais precisamente no dia 16 de Fevereiro o primeiro Ford Galaxie 500 saí da linha de montagem, o carro já tinha chamado à atenção do público no final do ano anterior no “V Salão do Automóvel de São Paulo” e marcou sua época por ser o primeiro automóvel de passeio nacional da Ford.

O motor V8 272 de 164cv e o câmbio de três marchas formavam um conjunto mecânico robusto e ao mesmo tempo macio proporcionando um rolar confortável, mesmo nas pavimentações de péssima qualidade da época.

Por fora a carroceria grande com 5,40m de comprimento e 1,99m de largura (medido da maçaneta a maçaneta), frisos de alumínio contornando as caixas de rodas, nas laterias entre os recortes dos para-lamas e na grade dianteira.

As cores dos galaxeiros

A carroceria trouxe pinturas em oito tons de cores (todos sólidos) os nomes traziam alusões a elementos espaciais: Vermelho Marte, Bege Terra, Verde Júpiter, Preto Sideral, Cinza Cósmico, Azul Infinito, Azul Ágena e Branco Glacial. Opcionalmente a capota poderia vir na cor Branco Glacial criando, assim, o efeito “saia e blusa”.

As rodas, pintadas na cor da carroceria do veículo poderiam ser equipadas com duas opções de calotas. Uma pequena, que cobria o conjunto de porcas e prisioneiros, feita em metal cromado com pequenos detalhes em preto fosco vinílico com a inscrição Ford marcada três vezes no centro.

A outra opção eram as chamadas “supercalotas” que cobriam as rodas por completo, feitas em alumínio polido com os rebaixos pintados em preto fosco vinílico e com o miolo em acrílico com fundo refletivo em vermelho.

Fonte: galaxeiros.blogspot.com/, acesse e conheça mais a do clube

Nota de Rodapé

Nota de rodapé

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO. Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página. phone-icon0800 642 2327 phone-iconFIXO (47) 3522-3274 whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266 whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320(PEÇAS

Palavras Chaves

galixeiros gerais,
Ford Galaxie,
Ford Galaxie 500,
associação galixeiros gerais,
carro antigo,

-#galixeirosgerais
-#FordGalaxie
-#FordGalaxie500
-#associaçãogalixeirosgerais
-#carroantigo

Vantagens e desvantagens da tração dianteira e  da tração traseira

Vantagens e desvantagens da tração dianteira e da tração traseira

Hoje em dia ter um carro com tração dianteira ou traseira, depende unicamente para qual finalidade o carro está sendo adquirido, visto haver vantagens e desvantagens, assim como opiniões contra ou a favor, o importante que cada um tenha um carro que atenda suas necessidades da melhor forma possível.

diferença entre tração dianteira e tração traseira
diferença entre tração dianteira e tração traseira

Como que a tração realmente funciona?

O motor do veículo gera a tração que é passada para as rodas, através de transmissão, se for tração dianteira, a força do veículo é depositada nas rodas da frente, nesse caso as rodas traseiras apenas completam o movimento na sequência, e nos casos de veículos com tração traseira, a força são nas rodas de trás.

Vantagens e Desvantagens da Tração Dianteira

Vantagens: Ela é mais comum em carros econômicos e de baixo custo, ajuda a reduzir o peso do automóvel, proporciona mais segurança para leigos como informamos acima, e ainda proporcionam espaço interno maior por não tomar muito espaço no túnel central.

Desvantagens:  o desgaste com os pneus da frente é grande. É necessário também realizar o rodízio dos pneus para equilibrar o desgaste entre os eixos. Possui uma má distribuição do peso e pior controle em velocidade.

carro com tração dianteira
carro com tração dianteira

Vantagens e Desvantagens da Tração Traseira

Vantagens: Algumas vantagens dela estão na possibilidade de realizar manobras esportivas, oferecer um melhor equilíbrio, desgaste mais uniforme dos pneus e a melhor divisão do peso. Além disso, ainda tem a possibilidade de uma potência maior e facilidade para rebocar o veículo.

Desvantagens:  Precisa de mais atenção porque pode ser mais difícil de controlar em manobras de emergência. Já na parte mecânica, ela acaba sendo mais pesada devido ao eixo cardã que precisa enviar a potência para o eixo traseiro. Geralmente o espaço interno acaba sendo menor.

Nota de rodapé

Nota de rodapé

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO. Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página. phone-icon0800 642 2327 phone-iconFIXO (47) 3522-3274 whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266 whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320(PEÇAS

Palavras chave

trazeira ou traseira,
traseira ou trazeira,
diferença tração traseira dianteira,
tração traseira e dianteira,
tração traseira carros,
carros nacionais com tração traseira,
como funciona a tração dianteira,
tração traseira ou dianteira,
carros com tração dianteira,
ford tração traseira,

-#trazeiraoutraseira,
-#traseiraoutrazeira,
-#diferençatraçãotraseiradianteira,
-#traçãotraseiraedianteira,
-#traçãotraseiracarros,
-#carrosnacionaiscomtraçãotraseira,
-#comofuncionaatraçãodianteira,
-#traçãotraseiraoudianteira,
-#carroscomtraçãodianteira,
-#fordtraçãotraseira,

Qual a importância da Calibragem no pneu?

Qual a importância da Calibragem no pneu?

Qual a importância da Calibragem no pneu? Cerca de metade da frota dos veículos brasileiros estão acostumados a rodar com a calibragem que não é compatível com o veículo, isto porque, os carros são projetados de acordo com estudos feitos, inclusive sobre a calibragem exata para a rodagem, oferecendo assim, primeiro a segurança dos ocupantes, e depois prolongando a durabilidade do veículo.

qual é a calibragem ideal

sac@duasequatrorodas.com.br

Problemas causados pela falta de Calibragem

O que alguns desconhecem, é que o veículo ao rodar com a calibragem que não corresponde ao veículo, seja baixa ou alta demais, apresenta muitas vezes riscos de acidentes, levando o motorista a perder a dirigibilidade, sem levar em consideração as condições das rodovias.

Durabilidade dos Pneus sem Calibragem

Os veículos que rodam com pneus mesmo sendo das melhores e mais conceituadas marcas, pelo fato de estarem fora de sua calibragem original, que deve ser observada no manual do proprietário para ser cumprida, acabam reduzindo a vida útil dos pneus em até 8.500 km, gerando assim, ônus desnecessários para o motorista para cada troca dos pneus.

Qual a forma correta de Calibrar os Pneus

A calibragem correta dos pneus, pode ser lida no manual do proprietário, e na falta deste, os fabricantes disponibilizam os dados através de plaquinhas, ou, de carimbos, que podem estar na lateral das portas do veículo, ou, na tampa de abertura de combustível, e ainda, em alguma outra parte do veículo, vai depender do fabricante e do modelo do veículo.

qual a importância da calibragem do pneu

Tipos de Calibragem

Na realidade existem somente 2 tipos de calibrar, isto é, 2 tipos de libras, que é a medida usada para a calibragem dos pneus, a mais comum é para rodar na cidade, a outra, é para rodar nas estradas em viagens, nesse caso, deve ser levado em conta a quantidade de passageiros, somado ao peso das bagagens, por isso, a calibragem é diferente de quando se roda somente no dia a dia na cidade, garantindo maior segurança aos ocupantes do veículo.

Importância de calibrar pneus em em viagens

É interessante lembrar, em caso de viagens mais longas, que seja observado a calibragem dos pneus em cada uma das paradas, pois, a tendência da rodagem nas estradas é elevar a calibragem dos pneus automaticamente, devido ao atrito com o asfalto e ao calor produzido, representando assim, certa instabilidade ao dirigir, vale lembrar que quando calibrar dos pneus deve ser feita, principalmente na hora da volta, antes de pegar a estrada novamente.

Como fazer a Calibragem dos Pneus em Postos de Serviços

Antes de mais nada, o motorista precisa saber qual é a quantidade ideal de libras para seu carro, para que seja informado ao frentista, quando for ao Posto de Serviços, caso não saiba, aproveite e pergunte ao frentista quantas libras vai em seu carro, geralmente eles já sabem.

calibragem de pneu

Como fazer a Calibragem dos Pneus

Caso queira fazer a calibragem dos pneus de seu veículo, é muito fácil, 1º regule o visor do calibrador de pneus com as libras corretas para seu veículo, depois retire a tampinha do pneu, encaixe o bico para encher de ar, e quando atingir a libra digitada, haverá um aviso sonoro, feito isso, é muito importante que as tampinhas sejam recolocadas nos pneus, pois, garantem que o ar não escape, caso aconteça, o pneu pode murchar, e causará transtornos quanto a troca.

Risco em Rodar com Pneu Baixo (conhecido como pneu no chão)

Em casos extremos, se por algum motivo venha a rodar com o pneu vazio,  porque não foi calibrado e está baixando, ou, ainda, porque está furado, saiba que isto pode destruir as camadas do pneu, e de acordo com o tempo rodado nessa situação, com certeza ficará no prejuízo, porque o pneu não terá mais conserto.

Como continuar com o Balanceamento nos Pneus

Não esqueça que em caso de precisar do serviço de borracheiro, deve ser observado se o peso de chumbo, utilizado para o balanceamento do pneu, se este será colocado no mesmo lugar, senão o carro perde o balanceamento das rodas, o que representaria mais gastos desnecessários.

Nota de Rodapé

Nota de rodapé

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO. Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página. phone-icon0800 642 2327 phone-iconFIXO (47) 3522-3274 whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266 whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320(PEÇAS

Palavras Chave

calibragem de pneu,
qual a importância da calibragem do pneu,
qual é a calibragem ideal,
quatro rodas e pneus,
quantas libras vai no pneu de moto,
rodar pneus auto center,
quatro rodas pneus,
pneu baixando calibragem,

-#calibragemdepneu
-#qualaimportânciadacalibragemdopneu
-#qualéacalibragemideal
-#quatrorodasepneus
-#quantaslibrasvainopneudemoto
-#rodarpneusautocenter
-#quatrorodaspneus
-#pneubaixandocalibragem

Tudo que você precisa saber do freio ABS

Tudo que você precisa saber do freio ABS

Diferença entre o freio ABS e o freio a disco

Os dois freios são praticamente iguais, o diferenciado do sistema ABS é a existência de uma sistema que auxilia na frenagem, não deixando que as rodas travem e assim faça com que o condutor do veiculo tenha mais controle sobre o mesmo.

É interessante frisar, que ambos os freios funcionam a partir do uso de pastilhas, o que diferencia o sistema de freios a disco, do sistema de freios ABS, é o controle do bombeamento do fluído que orienta as pastilhas. Veja a diferença no vídeo a seguir:

Canal: SBT NOVA MUTUM acessado no dia 21 de setembro de 2021

Como funciona Freios ABS


ABS funciona através dos sensores presentes nas rodas, que servem para avisar se alguma está para travar devido a frenagem, com isso a pressão é aliviada, evitando assim o bloqueio das mesmas.

Função das Pastilhas de Freios


A função das pastilhas é que ao ser acionado o freio, as pastilhas encostam no disco da roda, fazendo cessar o giro da mesma, iniciando a frenagem, é claro, que o tempo de resposta até o carro parar totalmente, vai depender das condições de uso das pastilhas, do disco de freio, e também do fluído de freio.

Frenagem em Veículos com Freios a Disco


Os veículos que tem instalado freios a disco, a partir do momento que é acionado o pedal de freio, as pastilhas travam por completo os discos de freios e os pneus, ocasionando a parada do veículo, e nos casos de frenagens bruscas, acontece o cantar dos pneus como é conhecido, pois, o carro derrapa alguns metros ainda pela frente até parar de vez.

Frenagem em Veículos com Freios ABS


Os veículos que tem o sistema ABS instalado, trabalham de forma diferente, são feitos para impedir o travamento de todas as rodas ao mesmo tempo, já que a função é, de ir parando e ir soltando, até o carro ficar totalmente inerte.

O que significa ABS

O termo ABS traduzindo do inglês, quer dizer:
Anti-lock Braking System, significa que é o sistema de freios, que consegue evitar que a roda seja bloqueada, mesmo em casos de frenagens bruscas, evitando inclusive a derrapagem e o descontrole do veículo, permitindo ainda, que o veículo desvie de obstáculos, mesmo enquanto está sendo freado. A derrapagem é responsável por cerca de 40% de acidentes no mundo.

Como Frear o Veículo com ABS


Algumas pessoas que estão acostumadas a dirigir veículos com freios a disco, estranham com certeza na hora de usarem o freio ABS, mas, é só seguir algumas conselhos práticos.

Na hora de frear o carro que tem o sistema ABS, o pedal deve ser acionado até o fim, embora comece a trepidar, isso é normal, conforme especialistas no assunto, pois, o ABS é feito para não travar as rodas, garantindo inclusive a boa dirigibilidade e segurança do motorista e ocupantes.

ABS de Fábrica


Conforme divulgado recentemente, a partir de 2014 no Brasil, os veículos deverão ser fabricados já com o sistema ABS, independente do modelo do veículo, será considerado item de segurança, e portanto obrigatório na hora da fabricação.

Vantagens do Sistema ABS

Permite que o condutor do veículo com ABS, freie e desvie ao mesmo tempo do obstáculo, as vezes outro carro ou pedestre, e já o carro sem ABS, as rodas não obedecem, e a colisão pode ser inevitável, além de estar comprovado que freios ABS respondem mais rápidos do que freios a disco.

Custo Benefício do ABS

Veículos fabricados, e vendidos com ABS, são mais caros, essa diferença é sentida no bolso do consumidor, inclusive na hora da manutenção também, mas, os especialistas garantem que o motorista ao fazer as manutenções preventivas, 2 vezes ou mais durante o ano, poderá evitar o desgaste antecipado, e a durabilidade pode ser muito maior.

Nota de rodapé

Nota de rodapé

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO. Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página. phone-icon0800 642 2327 phone-iconFIXO (47) 3522-3274 whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266 whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320(PEÇAS

Palavras Chave

tudo para freios,
como funcionam os freios abs,
freio abs e nas 4 rodas,
abs autocenter,
frisar disco de freio,
freio abs x freio a disco,
freio abs tem pastilha,
como frisar disco de freio,

-#tudoparafreios
-#comofuncionamosfreiosabs
-#freioabsenas4rodas
-#absautocenter
-#frisardiscodefreio
-#freioabsxfreioadisco
-#freioabstempastilha
-#comofrisardiscodefreio

Qual a roupa correta para andar de moto?

Qual a roupa correta para andar de moto?

Hoje em dia existem no mercado, vários tipos de roupas para motociclistas,  importante é sempre imaginar, que acima de tudo 1º vem a segurança, por isso, as roupas precisam ser na maior parte das vezes reforçadas, afim, de estar em condições adequadas, para o tipo de tráfego que o motociclista está no momento.

Tecidos das Roupas de Motociclistas

Atualmente existem dois tipos de tecidos que são feitos as roupas dos motociclistas, e até alguns acessórios,  o couro e a cordura.

Couro:

O mais resistente e também o mais caro é o couro, feito a partir da pele de animais, muito utilizado na confecção de sapatos, cintos, carteiras, bolsas, malas, pastas, casacos, chapéu, e várias outras criações.

Roupas de Cordura:

Já a Cordura que ficou mais conhecida pelo nome de náilon, tem no mercado vários produtos fabricados com essa matéria-prima, utilizada pela empresa Dupont, para a fabricação de bagagens, mochilas, botas, devido a durabilidade, além de ser resistente à abrasão, cortes, ou rasgos, qualidades obrigatórias para as vestimentas dos motoqueiros.

Como evitar o Ressecamento do Couro

Artigos de vestuário como jaquetas, casacos, luvas, e botas tudo em couro, precisando ser hidratados, senão ressecam, podem rachar, e esses produtos caros, acabam sendo descartados, mas, a solução além de simples é barata, é só passar nas peças, hidratante para o corpo, ou ainda, óleo infantil Johnson, com um chumaço de algodão, e deixar secar a sombra, o couro volta a ser maleável e fica cheiroso, livre de bolor.


Como escolher a Roupa para Pilotar

A roupa do motoqueiro deve ser adequada ao tipo de pista em que ele está pilotando, vale lembrar que a maior segurança do motociclista está nas vestes, e em casos de tombos ou quedas, fracas ou até mais intensas, a roupa sendo resistente e acompanhada do uso de acessórios adequados, como caneleiras, protetores de coluna, de cotovelo, e de costelas, ajudam o motociclista a sofrer o mínimo de escoriações possíveis no corpo.

Que tipo de Roupa usar para fazer Trilha

Convém lembrar que ao pilotar em baixas velocidades não é necessário usar roupas muito pesadas como por exemplo ao praticar trilha, esse tipo de roupa deve ser leve e ao mesmo tempo folgada, para que haja circulação do ar para uma maior proteção quando houver um impacto, essas roupas são feitas para rasgarem devido a tombos, mas, o motociclista estará protegido pelo uso de seus acessórios.

Roupas para os dias de Chuvas Fracas

Para os dias de chuvas fracas a melhor opção de roupa para motociclistas são fabricadas com o tecido Cordura,  como jaquetas e calças que tem forração interna, além, das proteções embutidas auxiliando ainda a proteção contra o frio e o calor, permitindo inclusive a ventilação.

Roupas para os dias de Chuvas Fortes

Já para dias de chuvas mais contínuas, ou intensas, pode ser também utilizadas as roupas de Cordura, mas, desde que tenham recebido tratamento impermeável, as roupas podem ter a mesma aparência, mas, são para diferentes finalidades, portanto antes de comprar pesquise qual mais é interessante para seu uso.


Botas em Couro de Cano Alto

Na hora de pilotar a moto, o calçado mais seguro sem dúvida, são as botas em couro, mesmo andando em pequenos trajetos não é aconselhável usar para pilotar meia bota, tênis, sapatos com cadarços, chinelos de nenhum tipo, nem mocassins, já que qualquer um deles pode fazer você escorregar o pé, perder o equilíbrio e o tombo será inevitável.

sac@duasequatrorodas.com.br

Luvas de Couro Cano Longo

As luvas podem ser em couro, ou de Cordura, mas, devem ser fechadas, e de punho longo, pois, protegem a mão e até o antebraço em caso de quedas, escolha uma que deixe os dedos se movimentarem livremente, e para não ficar com odor desagradável nas mãos, coloque talco dentro delas antes de vesti-las.

Capacete só com Selo do INMETRO

É claro, que não adianta todo esse aparato de segurança, se o motoqueiro, tem o costume de andar com a capacete levantado devido ao calor, este é o item nº 1 para a preservação da vida dele, o capacete deve ficar preso pela cinta jugular sem folga, ser de boa marca e procedência, e com o selo do INMETRO.

Acessórios Necessários para a Segurança do Motociclista

Todos esses cuidados são poucos para o motociclista, já que é o corpo dele que se propaga ao chão, e se estiver bem protegido, além do capacete, roupas grossas, luvas, botas, e ainda, com caneleiras, cotoveleiras e com protetores de coluna, o tombo pode não ser evitado, mas, escoriações e machucados mais sérios, com certeza, podem ser evitados.

Nota de rodapé

Nota de rodapé

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO. Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página. phone-icon0800 642 2327 phone-iconFIXO (47) 3522-3274 whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266 whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320(PEÇAS

Palavras Chaves

roupas de moto,
roupa para andar de moto,
tombos de moto,
roupa de moto,
roupa de cordura para motociclista,
tombos de moto de trilha,
caneleira para motoqueiro,
roupa de proteção moto,
roupas para motociclistas,

-#roupasdemoto
-#roupaparaandardemoto
-#tombosdemoto
-#roupademoto
-#roupadecorduraparamotociclista
-#tombosdemotodetrilha
-#caneleiraparamotoqueiro
-#roupadeproteçãomoto
-#roupasparamotociclistas

Como regularizar carros modificados no DETRAN?

Como regularizar carros modificados no DETRAN?

De acordo com o DETRAN, você não pode sair modificando as características do seu carro e achar que está tudo certo. As leis brasileiras de trânsito existem, e elas exigem que você regularize seu veículo antes da modificação. Essa vistoria garante que você não vai mudar características essenciais na identificação do seu veículo ou incluir/remover elementos que posam prejudicar sua segurança ou de outros motoristas.

Por que regularizar o veículo modificado?

O artigo 98 do Código de Trânsito Brasileiro diz o seguinte: “Nenhum proprietário ou responsável poderá, sem prévia autorização da autoridade competente, fazer ou ordenar que sejam feitas no veículo modificações de suas características de fábrica”. Caso você faça a alteração, seu veículo pode ser apreendido para regularização, e você pode levar uma multa.

alteração de características do veículo detran-mg,

Quais alterações no veículo são permitidas?

A autoridade competente para autorizar a alteração é o DETRAN de seu estado. Cada alteração não autorizada pelo DETRAN resulta em multa e pontos na carteira São permitidas as seguintes alterações, desde que previamente autorizadas pelo DETRAN. Você tem de ir ao DETRAN, pedir a autorização e, assim que ela for aprovada, fazê-la para depois ter uma inspeção.

Para poder regularizar a situação do veículo, além da inspeção prévia, é necessária a emissão do Certificado de Segurança Veicular (CSV), com a exceção das modificações de rodas/pneus. Basta pagar uma taxa para a emissão no DETRAN de seu estado.

Para todos os veículos alterados sem permissão e mudança no documento, a punição é infração grave, 5 pontos na carteira, multa, e retenção do veículo até a regularização.

alteração de característica,

Alteração da cor predominante

Alteração de cor, seja por tinta ou por adesivamento, tem que ser em área superior a 50% do veículo, excluindo os vidros.  Adesivos simples, e pinturas de partes do veículo não precisam dessa autorização. Manter o veículo com a mesma cor também não precisa de autorização do DETRAN.

Combustível

É possível alterar seu veículo pra Flex ou GNV, desde que tenha a autorização prévia do DETRAN, e todo o equipamento a ser colocado no veículo tenha aprovações do INMETRO, DENATRAN e  IBAMA.

Iluminação e sinalização

É permitida até a instalação de kits de faróis de xenon e LED. Porém, para que você não seja multado, deve solicitar autorização prévia ao DETRAN, instalar o sistema, e fazer um teste em instituição credenciada pelo INMETRO e DENATRAN. Assim que a modificação for aprovada, basta solicitar nova via do veículo com a alteração.

Suspensão

Não poderá ter regulagem de altura, o que já exclui suspensão de rosca, a ar, e suspensão hidráulica. Não pode ter “gambiarra”, como corte, encurtamento, ou modificação de molas. Minha sincera opinião é que não é muito inteligente carro rebaixado no Brasil, o ideal é usar um sistema de suspensão fixo com maior percurso e mais eficiente. Mas essa é minha opinião.

Rodas e pneus

Podem ser alterados, desde que não ultrapassem os limites externos do para-lamas do veículo, e nem haja o aumento/diminuição do diâmetro externo do conjunto pneu/roda. O conjunto não pode entrar em contato com qualquer parte da carroceria do veículo, nem com qualquer parte mecânica, esteja o veículo em movimento ou parado. Você pode comparar a compatibilidade dos pneus/rodas ao seu veículo em vários sites na internet.

as características de um veículo pode ser modificada quando,

Modificações visuais gerais

Incluem pára-choques modificados, spoilers, aerofólios, “saias” laterais, etc. É necessária a autorização do DETRAN.

Blindagem

Deve ter autorização do DETRAN e do Exército Brasileiro.

Freios.

Deve ter autorização do DETRAN. Você pode trocar por freios iguais, com mudança estética (cor diferente), sem precisar da autorização. Mas um sistema de freio diferente deve ser solicitada autorização do DETRAN. Um exemplo simples, é uma moto que tem freio a tambor em uma das rodas e o dono muda para freio a disco.

Insulfilm ou Películas Não-Reflexivas

Não é necessária a autorização do DETRAN, mas a transmissão luminosa (transparência) deve ser de 75% ou mais para o para-brisas, 70% ou mais para o vidro traseiro e das portas da frente. Vidro do teto solar, laterais das portas traseiras, e demais vidros que não interferem na dirigibilidade do veículo, devem ter transparência superior a 28%. Medidor de transmitância luminosa deve ser usado para medir a transmissão luminosa do vidro + película, em caso de fiscalização.

Potência.

Permitida quando é em até 10% da potência original do veículo. Alterações superiores a 10%, como a instalação de turbo compressores, exigem que o veículo seja categorizado como veículo de competição, e não podem trafegar livremente.

Qualquer alteração não colocada aqui na lista ou não é permitida, ou você deverá verificar com o DETRAN de seu estado.

as características de um veículo podem ser modificadas quando,

Como fazer a regularização de veículo modificado no DETRAN?

  • Vá ao site do DETRAN de seu estado e verifique as unidades de atendimento para vistoria. Leve o veículo, sem qualquer alteração, para a vistoria. Em caso de veículo já modificado, o interessado em regularizar o mesmo deve seguir os mesmos passos, só que terá de pagar multa e taxas para a regularização.
  • Leve os seguintes documentos para a vistoria:
  • CRV (Recibo de Compra/Venda) do veículo ou declaração de extravio
  • Documento oficial com foto e CPF de pessoa física ou representante legal de empresa
  • Comprovante de residência
  • Comprovante de Poderes para o representante legal de empresa
  • Cartão do CNPJ de empresa
  • Autorização do poder concedente (quando necessário)
  • Para firma individual, declaração de firma individual da junta comercial.
  • Para órgãos públicos, quartéis, igrejas, entidades s/ fins lucrativos, federações, clubes, etc, fotocópia autenticada de ata e estatuto, cartão do CGC/CNPJ, original ou fotocópia autenticada ou procuração constando a pessoa que tem poderes para assinar.
Canal: Vrum Acessado em 17 de setembro de 2021
  • Em procuração, levar todos os documentos, mais documento oficial com foto e CPF do outorgado.
  • Feita a vistoria, emitido o CSV e a autorização para modificação, você pode fazer a alteração no veículo. Após a alteração, o proprietário deverá retornar a Vistoria Veicular, com todos os documentos acima citados, acrescentados dos seguintes documentos:
  • CRV (Documento do Veículo)
  • Certificado de Segurança Veicular pago (CSV)
  • Nota fiscal das peças utilizadas
  • Nota Fiscal do serviço quando feito por oficina autorizada ou declaração (quando feito por meios próprios), onde proprietário terá que trazer uma declaração específica com firma reconhecida se responsabilizando civil e criminalmente pelo serviço, com todos os dados do veículo e do proprietário
  • Débitos quitados (IPVA, DPVAT, etc)
  • Vale lembrar que em alguns estados, o proprietário deverá pagar uma empresa privada para emitir um laudo do INMETRO sobre a alteração veicular.

Nota de Rodapé

Nota de rodapé

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO. Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página. phone-icon0800 642 2327 phone-iconFIXO (47) 3522-3274 whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266 whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320(PEÇAS

Palavras Chaves

alteração de características do veículo detran-mg,
alteração de característica,
as características de um veículo pode ser modificada quando,
as características de um veículo podem ser modificadas quando,
alteração de endereço detran,
detran alteração de endereço,
detran alteração de dados,
orgao subordinado ao detran,
as caracteristicas de um veiculo podem ser modificadas quando,
alteração da cor,
película automotiva permitida pelo detran pr,
veiculo modificado,

-#alteraçãodecaracterísticasdoveículodetran-mg
-#ascaracterísticasdeumveículopodesermodificadaquando
-#ascaracterísticasdeumveículopodemsermodificadasquando
-#alteraçãodeendereçodetran
-#detranalteraçãodeendereço
-#detranalteraçãodedados
-#orgaosubordinadoaodetran,
-#ascaracteristicasdeumveiculopodemsermodificadasquando
-#alteraçãodacor
-#películaautomotivapermitidapelodetranpr
-#veiculomodificado

Qual a importância do filtro de ar para  a moto?

Qual a importância do filtro de ar para a moto?

Para que serve o filtro de ar? Todo motociclista é apaixonado pela sua moto, e sabe do cuidado que ela merece, tanto que tem bem claro a importância de se realizar a manutenção preventiva, no entanto, as vezes o filtro de ar para moto pode ser deixado de lado e isto não é nada bom.

O filtro de ar para moto é a entrada de ar que vai se misturar ao combustível para que ocorra a combustão dentro do motor da moto. Ele é tão importante encher o tanque com gasolina de qualidade comprovada. Fique atento, fuja dos postos que vendem combustível muito abaixo do preço da rede em geral, mesmo porque, não adianta trocar o filtro de ar se o combustível não é de qualidade comprovada.

Para que serve o Filtro de ar?

Os filtros são usados para reter as impurezas de uma solução, inclusive possui outros tipos de filtros, para ar, para combustível e também para óleo.

Portanto, o filtro de ar para moto, acaba com quaisquer tipos de partículas encontradas no ar, que possa prejudicar na queima de combustível no motor, ou seja, ajuda no desempenho do motor, deixando mais eficiente e de “quebra”, além de prolongar a vida útil das peças, como os pistões, os anéis e os cilindros.

E atenção, quando o filtro de ar não é trocado no tempo indicada, a diferença é notória pois apresenta redução na eficiência que vinha tendo, isto é sinal que o filtro perdeu sua função principal de reter as partículas que chegam no motor.

E perdendo sua função, certamente o motor vai rodar com impurezas  na sua mistura, não vai realizar uma combustão eficiente, vai acarretar em prejuízo, tanto no bolso do motociclista, visto que é provável que componentes internos foram danificados, isso, pode acelerar o desgaste das peças, como na diminuição da vida útil do motor.

Uma prova de que o filtro de ar para moto precisa ser substituído urgentemente, é quando você abastece a mesma quantidade de combustível de sempre e sua motocicleta não roda a quilometragem esperada, isso provavelmente é justificado pela ineficiência, ou perda das funções do filtro de ar.

Apesar da sua função apresentar ser simples, a falta deste item pode resultar em tantos transtornos. O filtro de ar para moto é uma peça relativamente barata, fácil de limpar ou, de trocar, em vista do gasto que terá ao não trocar ou não tê-lo.

Ao perceber que o filtro de ar para moto apresenta impurezas, você deve fazer a troca por um outro filtro, novo, ou, como alternativa, você mesmo pode fazer a limpeza que pode ser realizada facilmente utilizando água e sabão. Outra opção é utilizar querosene para lavar e só, nada de usar produtos químicos mais fortes. Seja como for, essa limpeza precisa ser regular.

Fonte: Canal Silvio Figueiredo, Acessado no dia 14 de setembro de 2021

Em quanto tempo se deve limpar ou trocar o filtro de ar

Não existe uma tabela para ser seguida. Cada motociclista anda de um jeito, cada moto responde de uma maneira, além de depender da quilometragem rodada semanalmente, das condições das estradas de rodagem, como terra, detritos secos no asfalto, entre outros que influenciam e são influenciados. O mais adequado é conhecer a moto, acompanhar seu desempenho, ficar de olho nas manutenções preventivas e desgaste das peças.

Mais especificamente a troca do filtro de ar para moto, o ideal é seguir sempre, em primeiro lugar,  as recomendações do fabricante, mesmo assim, vai depender também das condições informadas nos parágrafos anteriores.

Além do filtro de ar que deve ser trocado que é importante, outro item que deve ser substituído junto com o filtro de ar para moto é o óleo do filtro de ar. Muita atenção as especificações do fabricante para a lubrificação do filtro de ar, visto que apresenta viscosidade e componentes químicos especiais.

A lubrificação do filtro de ar é responsável por impedir que as impurezas passem pela peça, portanto, se faz necessário a substituição do óleo do filtro de ar sempre que fizer a limpeza, e a melhor maneira, é espalhando o óleo lubrificante pelo corpo do filtro de ar.

Sempre que notar que sua moto não está apresentando o desempenho habitual, ou o consumo de combustível aumentou, primeiramente verifique as condições do filtro de ar pode ser recuperado apenas com uma limpeza, ou se é necessário fazer a substituição da peça.

Para uma garantia maior e precavida, em geral, deve ser verificado, o filtro de ar a cada 10 mil km. Caso tenha alguma dúvida, procure um profissional da área, assim, o motor da moto pode ter a vida útil  mais próxima a garantida pelo fabricante.

Nota de rodapé

Nota de rodapé

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO. Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página. phone-icon0800 642 2327 phone-iconFIXO (47) 3522-3274 whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266 whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320(PEÇAS

Palavras Chave

para que serve o filtro de ar da moto,
filtro de ar moto,
qual a função do filtro de ar na moto,
filtro de ar de moto,
para que serve o filtro da moto,
filtro de moto,

-#paraqueserveofiltrodeardamoto
-#filtrodearmoto
-#qualafunçãodofiltrodearnamoto
-#filtrodeardemoto
-#paraqueserveofiltrodamoto
-#filtrodemoto

Quem é a Secmierj?

Quem é a Secmierj?

O Secmierj está sempre à frente para defender os interesses destas empresas, e de forma mais abrangentes de todo o setor do transporte vertical.

Um novo contexto social e mercadológico imposto pela evolução econômica, as necessidades e exigências dos consumidores e sociedades foram os preceitos básicos para que os empresários do segmento de transporte vertical se unissem para a criação do Secmierj (Sindicato das Empresas de Conservação, Manutenção e Instalação de Elevadores do Estado do Rio de Janeiro) em cujas bases e obrigações se propõe dar ampla assessoria, aperfeiçoamento e atualização constante a seus filiados.

Segundo levantamento de 2014, no Estado do Rio de Janeiro existem aproximadamente 300 empresas de conservação, manutenção e instalação de elevadores, que buscam em sua filiação um maior contato com o mercado, tanto através dos eventos patrocinados pelo sindicato, como também das informações repassadas aos sócios durante o ano.

Como surgiu a Secmierj

O Secmierj surgiu da necessidade que os empresários tinham em relação à representatividade e à defesa dos interesses das empresas de elevadores e de seus empregados.
Até então as empresas e empregados já haviam se filiado ao Sindicato dos Metalúrgicos, passando depois pela Portaria n. 3.971 datada de 20 de Março de 1980 (assinada pelo então ministro do trabalho, Murilo Macedo), na qual o Ministério do Trabalho cria no 5. Grupo – Turismo e Hospitalidade do plano de Confederação Nacional do Comércio – a categoria econômica – “Empresas de Conservação de Elevadores” e no 4. Grupo de empregados em Turismo e Hospitalidade – do Plano da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio – a Categoria – “Empregados em Empresas de Conservação de Elevadores“.

Ou seja, até que fossem organizados os respectivos sindicatos das categorias, os empregados pertenciam à Federação dos Empregados em Turismo e Hospitalidade do Estado do Rio de Janeiro e as empresas à Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro.

Em 28 de maio de 1991, a categoria das Empresas de Conservação de Elevadores, em Assembleia Geral fundou o Sindicato das Empresas de Conservação, Manutenção e Instalação de Elevadores do Estado do Rio de Janeiro (SECMIERJ), registrado no Ministério do Trabalho sob o n. 46.010.000815/95.

Objetivos


A diretoria do Secmierj é formada por empresário da área de transportes verticais e tem como objetivo principal atuar junto às empresas do setor de promover o desenvolvimento e o aprimoramento dos empresários, tanto no aspecto técnico como também no administrativo, através de palestras e cursos.
Nessa ótica, o empresário estruturado terá condições de sustentar sua empresa em alto nível, privilegiando sobremaneira seus funcionários, dando um bom atendimento a seus clientes; fatores considerados primordiais na sustentação de qualquer negócio.
Esta preparação é de caráter fundamental para que nossos associados alcancem seus objetivos, mantendo uma empresa sadia, com êxito profissional e pessoal.

sac@duasequatrorodas.com.br

Prerrogativas da Entidade


· Representatividade da Categoria Profissional na área Patronal.
· O Sindicato representa a coletividade junto à Rioluz-GEM, ABNT, Federação dos Empregados em Turismo e Hospitalidade do Rio de Janeiro, perante os Órgãos Públicos, CREA, Ministério do Trabalho, órgãos Municipais, Estaduais e Federais.
· Atuar na defesa de todas as empresas de conservação, manutenção e instalação de elevadores que a ele sejam filiadas.
· Ajudar na qualificação profissional das empresas e seus empregados.
· Ser o órgão mediador das diversas questões interempresariais que abrangem o segmento.
· Normatizar Contratos e Convenções coletivas do Trabalho junto à Federação dos Empregados em Turismo e Hospitalidade, visando melhores condições para ambos os lados.
· Moralização e regulamentação do mercado e da atividade.

Contato e fonte

Av. Presidente Vargas, 590 sala n°1509

CEP: 20.071-000 Fone: (21) 2223-2713

Site: http://www.secmierj.com.br/

Instagram: www.instagram.com/secmierj/

Linkedin: br.linkedin.com/in/secmierj-sindicato-575b261a0

Facebook: https://www.facebook.com/secmierj/

Nota de Rodapé

Nota de rodapé

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO. Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página. phone-icon0800 642 2327 phone-iconFIXO (47) 3522-3274 whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266 whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320(PEÇAS

Palavras Chave

secmierj,
empresas de manutenção de elevadores,
sindicato dos elevadores,

-#secmierj
-#empresas de manutenção de elevadores
-#sindicato dos elevadores

Qual é o melhor? Carro ou moto?

Qual é o melhor? Carro ou moto?

Pode parecer uma pergunta sem importância, mas, algum dia parou para pensar, qual é melhor, carro ou moto? Existem realmente diferenças entre esses dois tipos de veículos? Qual é o melhor?

Claro que tudo é uma questão de gosto, estilo de vida, ou até de bolso, como por exemplo, algumas pessoas preferem um carro porque acreditam que é mais seguro, outras pessoas preferem a moto porque é mais prática, mas, será que é isso mesmo?

De qualquer maneira é um assunto curioso, tanto para o motociclista como também para o motorista, então, nada melhor que analisar os prós e os contras e descobrir qual é melhor, carro ou moto? As diferenças existem mesmo não tem como negar, mas, para facilitar a comparação foram divididas por assunto.

você prefere moto ou carro,
você prefere moto ou carro,

Economia com combustível

Um carro médio consegue percorrer 10 km com um litro de combustível, enquanto uma moto, percorre de 30 km a 50 km, claro, que dependendo do modelo.

Com a crise atual da economia, uma boa saída é andar de moto durante a semana para trabalhar, e deixar o carro para passear no fim de semana.

Carro zero km x Moto zero km

Não tem como comparar o preço entre carro X moto. Nesse caso se a ideia é gastar pouco, a opção ideal é a moto, mas, se é para o pai ou a mãe que vai levar filhos na escola, o ideal é o carro. É só analisar qual a necessidade maior.

você prefere moto ou carro,
você prefere moto ou carro,

Segurança de carro e moto

Em questão de segurança, qual é melhor, carro ou moto? Bom, aqui temos um assunto polêmico, pelo seguinte:

A moto, leva apenas 2 pessoas, não é ideal para dias chuvosos, é visada pelos ladrões principalmente de grandes cilindradas, por isso, o seguro dela é quase o valor de outra moto.

O carro leva até 5 pessoas, ideal para dias chuvosos, o seguro varia conforme o modelo do carro, portanto tem como pagar, é visado também pelos ladrões.

Quanto a afirmar que andar de carro é mais seguro que de moto, ultimamente temos visto no noticiário, acidentes com carros que ficaram como latas de sardinha de tão amassados que nem dá para saber qual era o modelo do carro, ou seja, tanto de moto como de carro, é preciso andar com segurança respeitando limites de velocidade e semáforos.

carro ou moto,
carro ou moto,

Praticidade do carro e da moto

Nada melhor que ter um carro para viajar para a praia no final de semana com toda a família, nada melhor que ter uma moto para viajar para a praia no final de semana e chegar mais rápido que a família que foi de carro.

E na hora de procurar uma vaga para estacionar, o carro cabe em qualquer cantinho que nem a moto? Para finalizar a ideia, quem vai sentir uma liberdade maior, o verdadeiro prazer em dirigir, sentindo o vento e o sol no rosto? O motorista do carro, ou o motociclista?

É, realmente são veículos diferentes, mas, cada um com suas vantagens. Cabe a você analisar qual é o melhor.

Nota de rodapé

Nota de rodapé

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO. Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página. phone-icon0800 642 2327 phone-iconFIXO (47) 3522-3274 whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266 whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320(PEÇAS

Palavras Chaves

você prefere carro ou moto,
carro ou moto,
você prefere moto ou carro,
google você prefere carro ou moto,
moto auto center,
o que voce prefere,
moto,
você prefere,
moto de praia 4 rodas,
carro x moto,
moto ou carro,

-#vocêpreferecarrooumoto
-#carrooumoto
-#vocêpreferemotooucarro
-#googlevocêpreferecarrooumoto
-#motoautocenter
-#oquevoceprefere
-#moto
-#vocêprefere
-#motodepraia4rodas
-#carroxmoto
-#motooucarro

Vantagens e desvantagens da película automotiva

Vantagens e desvantagens da película automotiva

O que é película automotiva

Película Automotiva são camadas plásticas adesivas, que são instaladas nos vidros do automóvel, que podem manter desde a transparência dos vidros, simplesmente para amenizar o calor do sol para dentro do veículo, como podem ser em tonalidades escuras.

Quando surgiu a película automotiva

A Película Automotiva é mais conhecida como insulfilm, começou a ser instalado no início dos anos 80, e hoje é considerado um dos acessórios de uso quase que obrigatório, já que proporciona sensação de segurança e de maior proteção para o motorista, e passageiros, principalmente quando instalados em tonalidades escuras, pois, impedem a visão para o interior do veículo.

Vantagens da película automotiva

Privacidade

O fato de não conseguir enxergar claramente dentro do veículo, significa não ser possível saber quantas pessoas estão em seu interior, se o motorista é homem ou mulher, ou ainda, se há objetos de valor em cima dos bancos, ou nos consoles, com isso, atos de vandalismo e até de assaltos, são inibidos na maioria das vezes.

Proteção contra raios ultravioletas

Os veículos com insulfilm, ainda, protegem a visão do motorista em até 99% dos raios ultravioletas, além de evitar o desgaste prematuro dos bancos, do painel, e da direção, pois, evita a exposição direta deles ao sol, e também serve para manter o interior do veículo em temperaturas mais amenas, não sendo necessário o uso constante do ar-condicionado, com isso, é verificado maior economia no consumo de combustível.

proteção a estilhaços de vidro

Outra vantagem do insulfilm, como a película é adesivada nos vidros, tornam-se mais resistentes, evitando assim,  estilhaços em caso de vandalismo ou, em acidentes, caso contrário, o motorista poderia se machucar com os cacos de vidros que se desprenderiam.

sac@duasequatrorodas.com.br

Desvantagens do Insulfilm

Falta de visibilidade

Sempre é bom lembrar, que o motorista ao optar pelas películas mais escuras, mesmo estando de acordo com a lei, que a noite a visibilidade fica bastante reduzida, principalmente em noites de chuva, sendo que as vezes será necessário abrir a janela, para poder visualizar faixas, placas ou até mesmo pedestres. E também dificulta a manobra dentro de garagens, onde há pouca luminosidade, causando as vezes problemas como raspar o veículo em colunas das garagens, ou até nos portões de entrada.

Acidentes com motociclistas

Outro agravante para o insulfilm escuro, é o fato do motociclista, não enxergar o rosto do motorista que está dirigindo o veículo, e em casos de ultrapassagens inesperadas, fica sem garantia que o motorista já o visualizou, para segurança de ambos.

Insulfilm autorizados pelo Contran

De acordo com o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), as regras criadas especialmente para o uso do insulfilm nos veículos, é a seguinte:

  • No para-brisas com insulfilme, é obrigatório ter 70% de luminosidade
  • Nos vidros laterais dianteiros dos carros, o insulfilme deve ter no mínimo 70% de luminosidade
  • No vidro traseiro, e nos laterais traseiras, o insulfilme deve ter no mínimo 28% de luminosidade, portanto, dentro do carro será mais escuro nos bancos de trás.

Quem prefere Películas Escuras

O insulfilme mais escuro para os vidros do veículo, é o chamado G5, o qual transmite sensação de maior segurança e conforto aos ocupantes do veículo, muito utilizado por celebridades, e políticos, pois, no interior desses veículos, as pessoas tornam-se invisíveis, mantendo a discrição.

Exija Selo de Garantia

As transparências das películas são classificadas pelos instaladores, como a G1, a mais clara e transparente de todas, até a película G5 a mais escura e proibida por lei, mas, é interessante frisar também, que o insulfilm colocado deve ter 1 selo, também exigido por lei,  que contenha a marca do fabricante, do INMETRO, e a transparência que foi instalada.

Preço da Película Automotiva

O preço da película simples já com a colocação é a partir de R$ 120,00 para instalação em veículos pequenos, e o preço varia de acordo com o tipo de insulfilme escolhido, e o tamanho do carro.

Tipos de Películas no Mercado

As películas podem ser encontradas para instalação, desde as transparentes, até a G5 proibida, podem ser encontradas também em tons coloridos e transparentes, fumês, ou ainda, em cores metalizadas, além das películas mais recentes, chamadas de antivandalismo, na qual é impossível ter o vidro quebrado até mesmo por um martelo, garantindo segurança total aos ocupantes.

Não se Arrisque

É aconselhável, antes de mandar instalar insulfilm no carro, esteja certo que o modelo escolhido está dentro das lei do Contran,  pois, há no mercado, fabricantes não regularizados que podem vender películas proibidas para comercialização. Tudo é uma questão do que precisa para o momento, procure sempre por lojas autorizadas para colocação do insulfilm, e que venham com o selo de qualidade exigido pela lei.

Nota de rodapé

Nota de rodapé

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO. Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página. phone-icon0800 642 2327 phone-iconFIXO (47) 3522-3274 whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266 whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320(PEÇAS

Palavras Chave

pelicula para carros preços,
pelicula para carro,
película escura,
pelicula para automoveis,
película g5,
película para carros,
pelicula de carro,
pelicula carro,
tipos de película automotiva,
pelicula escura para vidros de carros,

-#pelicula para carros preços,
-#pelicula para carro,
-#película escura,
-#pelicula para automoveis,
-#película g5,
-#película para carros,
-#pelicula de carro,
-#pelicula carro,
-#tipos de película automotiva,
-#pelicula escura para vidros de carros,

Qual a diferença entre os óleos lubrificantes

Qual a diferença entre os óleos lubrificantes

Todo veículo, seja moto, carro e caminhão, sem exceção, depende do uso de lubrificantes específicos para o funcionamento do motor, e a diferença está na viscosidade e no conjunto de aditivos, por isso, é necessário que o motorista fique atento as especificações do fabricante que constam no manual do proprietário.

Na realidade todo lubrificante tem na composição óleos básicos, além, de aditivos, mesmo assim, a aditivação está entre as principais diferenças entre o óleo do motor para moto e para o carro, mesmo sendo semelhantes e regulamentados pelo API.

Óleos lubrificantes para motos

A diferença dos lubrificantes para motos é que tem a aditivação diferente dos carros, devido a embreagem ser lubrificada pelo óleo do motor, por esse motivo é que não pode ser utilizado nas motos o mesmo lubrificante utilizado em carros, visto que podem causar problemas na embreagem das motos, por isso, a recomendação dos fabricantes com relação a viscosidade API/ACEA do produto deve ser obedecida, sendo que a especificação básica é 20W50 4T Moto.

Óleos lubrificantes para carros

No caso do carro é utilizado mais de um tipo, como por exemplo, no motor, outro para caixa e outro para o diferencial, isso, no caso de ser separado, para os casos da caixa conjugada com o diferencial é necessário ainda, utilizar outro lubrificante especial.

É interessante frisar da necessidade de utilizar sempre o óleo lubrificante, com as especificações técnicas, indicado pelo manual do proprietário, e como os óleos automotivos são compatíveis entre si, pode até misturar marcas diferentes, pois o veículo não será prejudicado, desde que os óleos lubrificantes sejam de mesma especificação técnica. Portanto, é necessário fazer uso dos produtos de um mesmo nível de desempenho (API), e com o mesmo índice de viscosidade (SAE).

Óleos lubrificantes para caminhão

Quanto ao óleo do motor de caminhão os modelos mais novos são fabricados com a tecnologia de motores Euro5 com 2 sistemas, o EGR (Sistema de recirculação de gases) e SCR ( Sistema de redução catalítica), o qual utiliza o ARLA 32, sendo nesses casos a recomendação de produtos com especificações, CI-4 e CJ-4, as normas API XG-4 e CH-4 também atendem aos caminhões fabricados até 2012.

Outras normas como API CF e CF-4 deixaram de ser recomendados pelos fabricantes, por isso, esses produtos vêm sendo retirados aos poucos do mercado, principalmente porque afetavam o meio ambiente.

Já no motor diesel, ao colocar somente o óleo lubrificante indicado pelo fabricante, preserva a qualidade do motor, pois, ajuda a mantê-lo limpo, reduzindo o desgaste, assim, tem baixos custos de manutenção.

sac@duasequatrorodas.com.br

Nota de rodapé

Nota de rodapé

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO. Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página. phone-icon0800 642 2327 phone-iconFIXO (47) 3522-3274 whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266 whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320(PEÇAS

Palavras Chave

óleo lubrificante,
lubrificante para moto,
lubrificante para carro,
lubrificante para caminhão,
óleo de caminhão na moto,
posso usar óleo de caminhão na moto,
óleo de motor de moto pode ser usado em carros,
pode usar oleo de carro em moto,
óleo para caminhão,

-#óleoslubrificantes
-#lubrificantesparamoto
-#lubrificantesparacarro
-#óleodecaminhãonamoto
-#possousaróleodecaminhãonamoto
-#óleodemotordemotopodeserusadoemcarros
-#podeusaroleodecarroemmoto
-#óleoparacaminhão