Como lavar o carro a seco

Como lavar o carro a seco

Pode parecer exagero, mas, sabiam que para lavar um carro com mangueira, em média é gasto 200 litros de água? Nessa época de seca em algumas cidades, nem pensar neste desperdício, no entanto, quem gosta de carro limpo, tem outra opção com as dicas para lavagem a seco do carro.

A economia de água deveria ter sido pensada, décadas atrás, mas, a única parte do Brasil onde a seca era nítida, ficava no Nordeste, hoje infelizmente isto mudou, então nada melhor que começarmos a fazer algo ecologicamente correto, mesmo porque as previsões de armazenamento de água para 2050 são as piores possíveis.

Talvez a boa e velha lavada no carro com balde, água e shampoo, ainda, seja a solução para carros muito encardidos, mas, para quem sempre é zeloso com “o amigo carro”, basta seguir algumas dicas para lavagem a seco do carro para deixá-lo brilhando!

A ideia é realmente economizar água ao máximo para lavar o carro, e assim, quem sabe comece até a  incentivar os amigos para fazer essa mudança também! Vamos aprender?

Dicas para lavagem a seco do carro

Quais produtos são utilizados? Para lavagem a seco do carro podem ser utilizados produtos específicos para cada parte do carro, um para lataria e rodas, outro para a limpeza dos pneus.

Os melhores panos para esse tipo de limpeza são de microfibra pois, removem a sujeira facilmente, e são fáceis de lavar depois, além de esponja macia, de preferência nova ou bem limpa com alto poder de absorção, e em casos especiais, pode ser utilizada um tipo específico de argila para sujeiras difíceis, conforme orientações do fabricante.

O interessante do processo para lavagem a seco do carro, é que em vez de gastar cerca de 200 litros de água, será gasto somente 350 ml junto com os produtos ecológicos, ou seja, menos de ½ litro de água para lavar o carro por fora todinho. Vale lembrar que devem ser utilizados os produtos próprios, nada de improvisar utilizando shampoo de carro, sabão, ou qualquer outro tipo abrasivo, com apenas 350 ml de água, senão pode detonar a pintura do carro!

Existe também uma cera especial para lavagem a seco do carro, tipo teflonada, significa que tem teflon na formulação, para comprar basta observar o rótulo, ou, peça indicação do vendedor, pois, é própria para prevenir riscos na lataria e rodas.

Quem não tem muita afinidade em lavar o carro, e mesmo assim, quer tentar, a dica é que comece limpando pequenas partes do carro, a fim de testar os produtos para ver os resultados, mas, sempre com cautela, é importante que siga as recomendações do fabricante, inclusive o tempo para finalizar, senão pode arranhar a pintura.

Os bancos do carro que não sejam de couro, e sim, de algum tipo de tecido, também podem ser lavados a seco, aliás, é o recomendado. Veja como fazer:

Para lavagem a seco dos bancos do carro, também chamado de higienização dos bancos, é só fazer o seguinte:

  • Antes de tudo, passe o aspirador nos bancos para retirar o excesso de pó;
  • Coloque uma pequena quantidade de água num recipiente com algum produto químico biodegradável;
  • Aplique em todo o banco com uma esponja quase seca e limpa, não é para umedecer os bancos;
  • Deixe agir por 2 horas, em seguida se tiver resíduos da esponja passe novamente o aspirador ou uma escova de roupas, um saché de cheiro, também faz a diferença na lavagem a seco do carro.

Claro, que usar bons produtos pode ser o diferencial, mesmo assim, é preciso ter certa habilidade, contudo se não quiser arriscar, melhor mesmo, é levar para um serviço especializado em lavagem a seco do carro, pelo menos cobrem qualquer tipo de prejuízo!

Como conseguir uma boa venda no carro usado

Como conseguir uma boa venda no carro usado

Nem sempre a venda de um carro é uma tarefa simples, principalmente depois que verificou o preço na tabela dos usados, qual a média que estão sendo vendidos, tudo isso, cria só expectativa já que o valor que está pedindo é sempre superior ao oferecido, e para melhorar a oferta do comprador o ideal é que aprenda a valorizar seu usado na venda.

A desvalorização do produto é algo que infelizmente existe, e de nada adianta querer elevar o preço porque o carro está todo equipado, cheio de acessórios caros, ou, se tem ainda, cheiro de novo, pois, saiu da concessionária e virou a esquina, são 20% a menos no bolso!

Seja como for, nenhum desses fatores é para desanimar, deve ser persistente, não vender ao 1 º que aparece e joga o preço lá embaixo, principalmente porque você sabe que o carro está bom e vale cada centavo.

Por isso, uma boa estratégia é que aprenda a valorizar seu usado na venda, assim, terá argumentos convincentes!

Pode parecer incrível, mas, aprenda a valorizar seu usado na venda, desde o momento em que você comprou, ou, seja, cuide muito bem de seu veículo para que fique em ótimo estado de conservação, um ótimo visual é o que chama atenção e provoca o interesse em qualquer comprador.

Durante o tempo em que estiver com o carro, aprenda que o valor que pretende numa futura negociação vai depender de algumas atitudes que teve. Confira:

 

  • Não fumar dentro do carro, a fumaça além de amarelar todo o interior, deixa o ambiente impregnado com cheiro de nicotina;
  • Não comer dentro do veículo já que as migalhas se espalham por todo o interior, inclusive, o aspirador usado constantemente acaba desgastando mais rápido o carpete e os bancos;

 

  • A limpeza pode disfarçar manchas de alimentos ou sucos nos bancos, mas, acaba com a aparência em geral, pois, deixam marcas;

 

  • Tenha o hábito de deixar o carro estacionado em locais fora da ação do sol, isto, é desastroso para a pintura, mesmo que encere periodicamente;

 

  • Riscos ou arranhados na pintura devem ser corrigidos em funileiros especializados, senão a aparência fica pior ainda;
  • Caso tenha comprado o carro ainda zero, faça todas as revisões e manutenções nas datas corretas, isto é um fator que eleva o preço do usado;

 

  • Evite fazer mudanças radicais demais, pois, nem sempre é sinônimo de valorização, como rodas, pintura, faróis, até no som ou na mecânica, pois a maioria prefere o carro com a cara que saiu da concessionaria;
  • A cor do carro pode influenciar também na hora de valorizar seu usado na venda, porque cores personalizadas estilo pink, laranja, entre outras super chamativas podem ser o sonho de consumo de alguns somente, mas, na hora da revenda vai descobrir que mesmo com o carro com aspecto de zero, o preço devido a cor, pode despencar;

 

  • Na dúvida pode apostar no branco, preto, ou prata, dificilmente desvalorizam;

É interessante frisar que o valor de seu usado pode variar conforme o comprador, então, analise se precisa ter mais dinheiro na mão e, nesse caso o ideal seria vender para o particular que sempre paga mais, ou, se quer dar o carro com valor X de entrada, nesse caso pode conseguir uma negociação melhor na revenda.

Mesmo assim, o preço oferecido por uma revenda pode ser mais baixo que outra, ou, a tabela de juros pode ser mais alta, portanto fica a dica de não fazer negócio logo na 1ª revenda ou concessionária que entrar, pesquise muito, até ter a certeza que está levando vantagens!

Já numa negociação com particular, não esqueça que deve dar garantia de motor e câmbio de 3 meses pelo menos, agora, vendendo o carro para uma revenda o carro é avaliado na hora, e se julgarem que tem algo a fazer isto desvaloriza o valor a ser pago, só que em compensação, depois de vendido ninguém vem bater a sua porta pedindo que seja indenizado pelo conserto!

Um item importante que valoriza seu usado na venda, é o manual do proprietário e a chave reserva, e isto vale para particular e concessionaria, onde podem ser vistas as datas das revisões e, se foram feitas nas datas corretas, indica que o condutor sempre esteve atento ao carro, e assim, pode chegar no preço desejado!

No caso do comprador ser um particular, fique atento a transferência de propriedade, acompanhe até a certeza que já transferiu de nome, senão as multas e a pontuação dele sairão em seu nome, além disso, não esqueça de informar a sua seguradora que não está mais com o carro, principalmente se ainda estiver pagando as parcelas do seguro. E principalmente :

Boa Venda!