Como foi a avaliação do novo Corolla, modelo 2018

Como foi a avaliação do novo Corolla, modelo 2018

Para continuar na liderança em seu segmento, a Toyota lançou há alguns meses no mercado brasileiro a linha 2018 do Corolla, seu carro de maior sucesso não só no Brasil como em todo o mundo, que chega com design renovado e moderno, mais itens de conforto, conveniência e segurança.

Com as vendas iniciadas em março, o novo Corolla completa cinco décadas em 2017. No Brasil, chegou no início dos anos 1990, por meio de importações. Já a partir de 1998, o sedã passou a ser produzido na planta da Toyota de Indaiatuba (SP).

Desempenho

 O Corolla 2018 tem dois tipos de motorização: 1.8L Flexfuel, Dual VVT-i DOHC de 16 válvulas, 144 cv a 6.000 rpm, com etanol, e 139 cv a 6.000 giros, com gasolina, e torque de 18,6 kgfm (E) e 17,7 kgfm (G), a 4.800 rpm. E a 2.0L Flexfuel, Dual VVT-i DOHC de 16 válvulas, 154 cv a 5.800 rpm, com etanol, e 143 cv de potência a 5.800 giros, com gasolina, e torque de 20,7 kgfm a 4.800 rpm (E) e 19,4 kgfm a 4.000 rotações (G). Ambos são construídos com bloco e cabeçote de alumínio.

As transmissões que equipam a linha 2018 são: manual de seis velocidades, para a versão de entrada GLi, e a automática Multi-Drive, disponível nas outras versões. A transmissão Multi-Drive deriva da tecnologia CVT. Seu diferencial é um software de gerenciamento, que reproduz sete marchas, mesmo quando o motorista conduz o veículo com o câmbio na posição Drive.

A transmissão Multi-Drive da Toyota oferece, em todas as versões, a possibilidade de trocas manuais sequenciais. Na GLi, exclusivamente na alavanca de câmbio. Nas versões XEi, XRS e Altis, as trocas sequenciais também podem ser feitas por meio das borboletas localizadas atrás do volante. Estas três versões do sedã possuem a tecla “Sport Mode”, que, quando acionada, altera o mapeamento do software de gerenciamento da transmissão e proporciona ao Corolla um comportamento dinâmico mais esportivo.

Valor

 Os preços do Corolla começam em R$ 69.690,00 na versão 1.8 L GLi manual e variam de acordo com o modelo, chegando a R$ 114.990,00 na versão 2.0L Altis Multi-Drive. O modelo 2018 está disponível na rede de concessionárias Toyota nas cores: branco perolizado, prata supernova, cinza granito, preto eclipse, vermelho granada e na nova cor marrom urban. O Corolla XRS, apenas nas cores branco polar e preto eclipse.

Análise

Na análise do reparador Marcos Ferraresso Junior (foto ao lado), da JL Andrade, na zona sul de São Paulo, o Novo Corolla é referência quando se trata de conforto. “O veículo tem ótima dirigibilidade, apresenta uma troca de marchas fácil e sutil, o painel está mais bonito e ainda tem características esportivas através dos faróis de led nas entradas laterais do parachoque dianteiro. Eu com certeza compraria o automóvel”, afirma.

Em relação à reparabilidade, ele destaca que o veículo não oferece dificuldades na manutenção, e muitos dos sistemas são iguais aos da versão a anterior. “Os sistemas de suspensão, freios e arrefecimento são os mesmos do modelo anterior. Uma das únicas diferenças é a tampa da válvula, que agora é de alumínio, assim como o cabeçote e bloco. Os parafusos de fixação dos amortecedores são maiores do que os da versão anterior, estão mais reforçados. Acredito que é porque a roda do novo aro do automóvel aumentou uma polegada”, finaliza.

Fonte: www.reparacaoautomotiva.com.br

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual ou certificado de garantia.

Publicações Recentes

 

Quais as vantagens em modernizar os elevadores

Quais as vantagens em modernizar os elevadores

Quem mora em condomínios mais novos certamente já dispõe de modernidade nos elevadores mais ágeis, silenciosos, e principalmente com designer inovador, agora, em condomínio mais antigo, talvez, seja o momento de conhecer as vantagens em modernizar os elevadores.

O maior incentivo para se modernizar os elevadores, começa pelo visual moderno, arrojado em inox, todo espelhado, com sistemas de botoeiras avançados, e tecnologia de primeira, mesmo porque, sistemas mais antigos funcionam através de relês, enquanto os novos utilizam comandos eletrônicos microprocessados.

E isso, é apenas o começo das vantagens em modernizar os elevadores, a economia de energia é também outro fator relevante na conta de despesas de um prédio, visto que diminuirá com a implantação de sistemas de comandos modernos e avançados, afinal, será tudo novo, sem peças antigas, com defeito, e muitas vezes até recondicionadas.

O valor do imóvel é outro atrativo com a chegada de elevadores mais modernos, aliás, o condomínio propriamente falando é valorizado, e ainda, promove maior agilidade entre os andares e raramente acontecem defeitos, isso já é suficiente para aceitar como um investimento necessário onde todos serão beneficiados.

Conheça melhor as vantagens em modernizar os elevadores

Não tem como negar que um elevador mais antigo, todo mês apresenta algum tipo de defeito, isso, quando não ficam 15 ou 20 dias parados sem ninguém poder utilizar, devido aguardar a chegada de alguma peça que se tornou tão obsoleta, que a solução é tentar recuperar.

O custo mensal de manutenção é outro fator que pesa no orçamento do condomínio, principalmente devido a peças que não são mais fabricadas, entretanto, no caso de modernizar os elevadores, o sistema eletrônico não se desgasta, evitando gastos desnecessários com componentes mecânicos.

Outro benefício importante dentro de um condomínio, é a redução mensal no consumo de energia com a modernização dos elevadores, em razão de representar uma economia de até 40% que significaria um lucro e tanto, ou seja, a grosso modo, caso a conta mensal seja R$ 5 mil, 40% a menos, o valor a pagar seria de R$ 3 mil.

A modernização dos elevadores, melhora a rotina dos condôminos, e também dos empregados que lá trabalham, agilizando as idas e vindas entre os andares, tudo com mais conforto e segurança, representando um excelente investimento. O “famoso degrau” que usualmente se forma na porta do elevador, é outra preocupação a menos visto que é sempre um obstáculo para idosos ou crianças, pois, nos elevadores mais modernos, a tecnologia avançada tem um sistema que impede esse desnível.

Além disso, os elevadores mais novos sobem e descem suavemente, sem trancos, muito menos solavancos, e muitas vezes são tão silenciosos que dá a impressão que ainda, está no andar. Existem vários tipos de elevadores para escolher com preços diferenciados, claro, que quanto mais sofisticado, mais caro, como alguns com comando de voz que avisa em qual andar parou, ideal para o transporte de pessoas com problemas visuais.

A manutenção mensal é, sem dúvida, outro benefício que não pode ser deixado de mencionar, visto que será bem abaixo dos gastos anteriores feitos enquanto os elevadores eram antigos, a propósito, prefira empresas onde o valor da manutenção esteja incluso.

E saibam que o prazo para a modernização de um elevador é muito mais rápida, se comparar a fabricação de um elevador novo, e caso o condomínio não tenha verba em caixa suficiente para a modernização de todos os elevadores juntos, basta que seja feito um planejamento de um a cada 2 anos.

Com tantas vantagens em modernizar os elevadores, quando deve ser feito?

  • Sempre que tiverem interesse em valorizar o patrimônio em até 10%;
  • Quando os elevadores já tiverem 20 anos de uso;
  • Ou, quando já está difícil de encontrar peças para reposição, podendo ocasionar insegurança no transporte diário;
  • Quando o elevador passa a maior parte do tempo parado;
  • Quando o valor gasto mensal com manutenções inúteis, se torna inconcebível;
  • Quando o fabricante do elevador de seu condomínio nem existe mais;

Até o momento, foram analisadas vantagens em modernizar elevadores de um condomínio, mas, não podemos deixar de lado a importância na modernização dos elevadores residenciais, mesmo porque, requerem os mesmos cuidados, e por consequência, podem estar com os mesmos problemas, como na reposição de peças por exemplo, ou manutenções caras, portanto, pode ser o momento certo para serem modernizados também.